Preço em alta da gasolina leva o consumidor a migrar para o álcool

O consumo de etanol nas bombas dos postos de combustíveis do Estado de São Paulo alcançou, pela primeira vez, neste mês de setembro a mesma proporção da gasolina. Segundo o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo (Sincopetro), José Alberto Paiva Gouveia, 50% das vendas foram de etanol e 50% de gasolina. Até hoje, o que se verificava era um escoamento médio de 60% de gasolina.

O empresário informou que essa migração já vem ocorrendo desde “a greve dos caminhoneiros, em maio último {que levou ao desabastecimento} em paralelo com as subidas constantes da gasolina”. Ele informou que o consumo mensal nas cidades paulistas atinge 180 bilhões de litros somando a gasolina, o álcool e o diesel. E sempre que o valor do litro de álcool equivale a 70% do preço da gasolina, abastecer com o derivado da cana fica mais competitivo. O litro de gasolina está custando em média R$ 4,57 em São Paulo, enquanto o de etanol vale R$ 2,74 – 59% mais barato.

Na avaliação da pesquisadora da Fundação Getulio Vargas em Energia, Fernanda Delgado , a greve dos caminhoneiros continuará ainda por algum tempo “reverberando na economia do país”. Ela, no entanto, pondera que o grande impacto sobre o preço da gasolina, que já subiu 15% desde maio último, está associado mais à pressão das cotações no mercado internacional. O valor do barril de petróleo, passou, nesse período, de US$ 65 para US$ 75. A tendência, pontuou a pesquisadora, é de alta no mundo todo.

Delgado defende que o Brasil poderia ser menos dependente dessa política de preços internacionais caso houvesse a quebra do monopólio da Petrobras, que detêm 98% do refino dos derivados de petróleo. A questão, porém, explica, esbarra em criar um sistema que possa atrair os investidores.

Oferta de álcool

Em relação à vantagem competitiva de se abastecer o carro com álcool, a pesquisadora da FGV Energia disse que esse quadro é favorecido pela perspectiva de uma boa oferta do etanol no mercado. Mas ela alerta sobre a possibilidade de uma mudança no mix de produção, caso ocorra uma sinalização de alta dos preços do açúcar no mercado internacional. Isso poderia levar as usinas a destinarem uma maior parte da safra para essa commodity.

Já o diretor técnico da Unica, entidade que congrega as usinas sucroalcooleiras da região Centro Sul, Antonio de Padua Rodrigues, descartou, nesta quinta-feira o risco de um desequilíbrio de preços do etanol em função da demanda mais aquecida. Ele informou que o setor está em plena safra e com estimativa de recorde na produção, podendo chegar a 32 bilhões de litros e um crescimento na oferta entre 4 a 5 bilhões de litros.

Pádua reconhece, contudo, que algum ajuste de preço pode até ocorrer, mas se isto se confirmar será em margem bem pequena diante da boa oferta. “Nossa expectativa é que a distribuição para os postos passe da média de 1,8 bilhões de litros para 2 bilhões de litros”, afirmou, referindo-se ao próximo anúncio da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Fazendo uma análise sobre a vantagem competitiva do álcool sobre a gasolina, Pádua observou que enquanto o derivado da cana vem se mantendo com preço estável pela boa safra que deve crescer em torno de 15%, a gasolina está sujeita às variações impostas tanto pelos fatores externos quanto pela pressão cambial. Nos últimos dias, a moeda norte-americana tem oscilado acima dos R$ 4,00 e fechou nesta quinta-feira em R$ 4,07 um recuo de 1,27% sobre a cotação de ontem (19).

No último dia 5 de setembro, o preço da gasolina nas refinarias havia alcançado R$ 2,2069, no maior valor desde junho do ano passado, quando a Petrobras mudou a política de preços e passou a acompanhar as oscilações do preço da commodity no mercado externo.

Agência Brasil

Suicídio aumenta no Brasil: são 31 casos por dia

Suicídio

Foto: Susana Vera/Reuters

 

Brasil registrou um aumento de 16,8% na taxa de mortalidade por suicídio entre 2007 e 2016. Dados divulgados nesta quinta-feira, 20, pelo Ministério da Saúde mostram que, no ano mais recente da série, ocorreram 5,8 óbitos a cada 100 mil habitantes. Em 2007, a proporção era de 4,9. O crescimento está relacionado sobretudo ao aumento de casos entre homens. No período analisado, foi de 28%.

Ao todo, foram registrados, em 2016, 11.433 casos de pessoas que tiraram a própria vida no País. Isso equivale a 31 óbitos por dia. A estimativa, no entanto, é de que os números sejam ainda maiores.

“Consideramos que cerca de 20% das mortes não têm a causa registrada”, afirma a diretora de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis, Fátima Marinho.

O trabalho conduzido por Fátima mostra que a taxa de mortalidade é expressivamente maior entre homens: 9,2 casos por mil habitantes. No grupo feminino, a taxa é de 2,4. Embora as taxas de morte sejam superiores entre homens, indicadores de tentativa de suicídio são maiores entre as mulheres.

Para Fátima, a diferença pode ser um indicativo de que as mulheres muitas vezes buscam com o ato chamar a atenção para o sofrimento, não necessariamente morrer.

“E isso geralmente por questões familiares. Muitas são chefes de família e sabem o impacto que a morte poderia provocar para filhos.”

Fátima afirma que a meta agora é aprofundar os estudos sobre os fatores de risco para o suicídio. Avaliações preliminares já dão pistas importantes. Um deles é o desemprego. Na análise dos casos de tentativas, cerca de 40% dos casos não trazem a informação sobre a situação profissional da vítima. Mas nos casos em que o registro é feito, 52% indicavam que a pessoa estava desempregada.

“Ele desponta como fator associado. Também vemos que as mulheres vítimas de violência têm risco muito maior”, completa.

Para a diretora, isso explicaria, por exemplo, o fato de um grande número de meninas tentarem suicídio. “Temos casos de tentativas em faixas muito novas, de meninas com 12 anos.”

Fátima afirma que o suicídio é um problema de saúde pública, não apenas no Brasil como no mundo. “Isso traz a necessidade de discutirmos o tema, os vários determinantes que levam ao sofrimento na população.”

Ela observa ainda que os dados devem ser analisados de forma a traçar estratégias de prevenção. “Precisamos ver as ações que podem ser adotadas para prevenir novos casos”, diz.

Prevenção

Estudos mostram, por exemplo, que a existência de Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são considerados como fator de proteção. Em locais onde o centro está em funcionamento, o risco de suicídio é 14% menor. A constatação é relevante, sobretudo quando se analisam também os gastos do Sistema Único de Saúde (SUS) com internação de pessoas que tentaram suicídio por meio da ingestão de medicamentos, venenos ou pesticidas. O SUS gasta em média R$ 3 milhões anuais para essa assistência. O valor é equivalente ao custo de implantação de custeio de 8 CAPS anuais.

“Seria uma forma de prevenção muito efetiva”, observa Fátima.

Apesar de já haver tal constatação, a análise dos dados mostra que não houve um aumento da implantação de CAPS em áreas onde as taxas de suicídio aumentaram. No Piauí, por exemplo, um Estado que chama a atenção pelo avanço do problema não teve nenhum novo CAPS implantado dentro da política de expansão. Questionado, o coordenador do programa de Saúde Mental, Quirino Cordeiro, afirmou que a instalação depende de solicitação dos Estados.

O coordenador deixou claro ainda que deverá haver um aumento de vagas para leitos psiquiátricos em hospitais gerais. A medida, de acordo com ele, seria importante para atender pacientes em situação de risco.

Segundo Cordeiro, o País é o que apresenta uma das menores taxas de leitos para urgências psiquiátricas: 0,3 para cada mil habitantes.

“Isso sabidamente aumenta os riscos”, disse. Ele, no entanto, afirmou não haver ainda uma meta específica.

Fátima, contudo, tem avaliação distinta. Ela afirmou que a maior parte dos pacientes que tentaram suicídio precisam de tratamento médico, não necessariamente uma internação em leitos psiquiátrico, e que doenças psiquiátricas anteriores têm pouca relevância sobre os fatores de risco para o suicídio.

Prevenção do suicídio passa pela restrição da venda de agrotóxicos, diz diretora do Ministério da Saúde

Fátima defendeu nesta quinta a adoção de políticas que restrinjam o acesso à pesticidas e raticidas no País como forma de se prevenir casos de suicídio. Entre as medidas sugeridas, está a proibição da venda desses produtos em pequenas embalagens. “Apresentações maiores são mais caras. E o preço maior pode ajudar a coibir pessoas a comprar o produto e deixar em casa”, afirma Fátima.

De acordo com ela, técnicos da pasta iniciaram um estudo sobre os reflexos à saúde pública provocados por agrotóxicos. As análises vão embasar medidas de prevenção. “Os números começam a indicar que agrotóxicos aumentam não apenas o risco de suicídio, mas de casos de aborto e má-formações”, disse.

O levantamento divulgado nesta quinta mostra que mais da metade (57,6%) das tentativas de suicídio no País foram por meio de intoxicações, como envenenamento ou abusos de substâncias. “Já conseguimos reduzir de forma muito significativa o uso de medicamentos nas tentativas de suicídio. Agora é a vez de agirmos com pesticidas e venenos”, completou.

Além de ser a principal causa de tentativa de suicídios, a intoxicação exógena responde por 18% das mortes. Os números aumentaram de forma expressiva nos últimos 11 anos. Entre mulheres, indicadores passaram no período de 5.264 para 26.251. Entre homens, de 2.471 para 10.028.  Medicamentos ainda são os principais agentes tóxicos utilizados, seguidos por raticidas e agrotóxicos.

ESTADÃO CONTEÚDO

Eleições devem mobilizar 2 milhões de mesários em todo o país

Resultado de imagem para mesarios

As eleições deste ano devem mobilizar cerca de 2 milhões de mesários em todo país. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a metade dos mesários se ofereceu para o trabalho de maneira voluntária.

Para atuar como mesário, o escolhido recebe treinamentos específicos e orientações de técnicos da Justiça Eleitoral, que o prepara para atuar no dia das eleições. A cada eleição, a Justiça Eleitoral convoca eleitores maiores de 18 anos e em situação regular para atuar no dia da votação.

A convocação exclui candidatos e seus parentes, ainda que por afinidade, até o segundo grau, e seu cônjuge; membros de diretórios de partidos políticos, desde que exerçam função executiva; autoridades, agentes policiais e funcionários no desempenho de funções de confiança do Executivo; e funcionários do serviço eleitoral.

Tarefas

O mesário é o representante da Justiça Eleitoral na seção de votação. Cabe a ele receber e identificar os eleitores – seja pela verificação de documentos e coleta de assinaturas, seja pela verificação biométrica –, compor as mesas de votos e justificativas, fiscalizar e desempenhar tarefas logísticas e de organização da seção para a qual foi designado.

O eleitor que atua como mesário tem direito à dispensa do serviço pelo dobro de dias e ao desempate em concursos da Justiça Eleitoral, quando prevista essa possibilidade no edital.

O treinamento de mesários ocorre nas modalidades presencial e à distância. Neste ano, a Justiça Eleitoral preparou cerca de 180 mil mesários por meio de curso à distância.

Agência Brasil

Segurança de supermercado é morto a tiros em Parnamirim após perseguição

 Homem abandonou a moto e correu, mas foi atingido por vários disparos — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Um segurança de um supermercado foi morto a tiros após ser perseguido por bandidos em Parnamirim, na noite desta quinta-feira (20). Ninguém foi preso.

O crime aconteceu na avenida Paulo Afonso em Santos Reis. Segundo testemunhas, o segurança, que estava em uma motocicleta, foi perseguido por diversas ruas antes de ser morto. O homem abandonou a moto e correu, mas foi atingido por vários disparos a alguns metros do local onde deixou o veículo. Não há informações sobre quantas pessoas participaram do crime e nem o tipo de veículo usado na ação.

A vítima foi identificada pela Polícia Civil como Joalison de Souza da Silva, de 26 anos. A polícia apura se a vítima estava armada, pois os criminosos podem ter levado a arma de fogo que o segurança usava no trabalho.

A polícia verificou que há câmeras de segurança próximas ao local do crime que podem ajudar nas investigações.

Envolvido nas denúncias da Telexfree tem recurso negado pelo TJRN

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça negou mais um recurso relacionado à empresa Telexfree. Desta vez, o órgão julgador apreciou o Habeas Corpus movido pela defesa de Tarcísio Nóbrega de Mello Júnior, que alegou constrangimento ilegal, devido a prisão do acusado por determinação da 3ª Vara Criminal da Comarca de Caicó. Ele foi denunciado sob a acusação da prática dos crimes previstos no artigo 155, parágrafo 4º, II (furto qualificado pelo emprego de fraude) e artigo 171, estelionato, na forma do artigo 71, todos previstos pelo Código Penal.

“Em análise dos trechos acima apresentados, tenho a convicção de que os requisitos do artigo 41 do Código de Processo Penal foram preenchidos, não havendo o que se cogitar de que a peça denunciatória do Ministério Público careceu de requisitos legais para ser recebida”, reforçou o voto da relatoria na Câmara Criminal, ao ressaltar que as elementares do tipo penal se encontram assentadas, demonstradas com a conduta em obter vantagem (dinheiro), com prejuízo alheio (clientes), induzindo-os a erro, valendo-se de meio fraudulento.

“Isso porque, a indicação de vítimas ou o ‘quantum’ de prejuízo se constituem de fatos a serem aferidos ou identificados durante a instrução processual, considerando, como já afirmado por ocasião do exame da liminar que o acusado se defende dos fatos a si imputados e não da capitulação atribuída pela acusação”, ressalta a relatoria do recurso.

Segundo a peça acusatória do MP, o acusado, Tarcísio Nóbrega de Mello Júnior, com o auxílio da também acusada Rafaela Pereira Gurgel Silva de Mello, “obteve, para si, em continuidade delitiva, vantagens ilícitas, mediante fraude, em prejuízo de várias pessoas que foram inseridas em sua rede de marketing multinível”.

O julgamento do TJRN ainda destacou que o fato da denúncia não especificar a quantia ou vantagem indevida que os recorrentes supostamente teriam recebido como mediadores do esquema delituoso, não é capaz de dificultar a continuidade da ação penal. “Frise-se que a inicial acusatória afirma que receberam ‘ilícita vantagem econômica no valor de R$ 412.210,75″.

Homem é preso em flagrante em um desmanche de motos no bairro de Felipe Camarão

Denúncia partiu de moradores da região que presenciavam o movimento constante de pessoas em uma casa da região

polícia militar

A Polícia Militar prendeu um homem em flagrante em um desmanche de motos no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal, nesta quarta-feira,19.

De acordo com a Polícia Militar, a denúncia partiu de moradores da região que presenciavam o movimento constante de pessoas em uma casa da região. A Força Tática do 9º Batalhão da PM fez buscas no local e encontrou várias peças de motocicletas diferentes.

A polícia conseguiu identificar peças de pelo menos três motocicletas roubadas.

 A PM prendeu um homem de 22 anos por receptação e adulteração de veículos. O suspeito usava uma moto com o motor de outro veículo, e com o número de chassi raspado, que segundo a polícia também pode ser de outra motocicleta roubada.

HUOL lança programa de pesquisa que atenderá pacientes bariátricos

Resultado de imagem para obesos

Nesta quinta-feira (20), o Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), abre vagas para um programa de pesquisa que incluirá o tratamento da intolerância alimentar que pode surgir após a cirurgia de redução de estômago conhecida como Bypass Gástrico em Y de Roux. São 100 vagas ofertadas e é preciso fazer cadastro através do site www.huol.ebserh.gov.br.

Os interessados devem preencher alguns critérios mínimos, como possuir todos os dentes ou ter no máximo dois elementos dentários ausentes; apresentar vômitos ou regurgitação (como uma baba) mais de duas vezes na semana; e ter mais de dois anos da realização da cirurgia. Os selecionados serão contatados pelo hospital e não entrarão nas filas de atendimento em saúde, tendo atenção assegurada pelo programa de pesquisa.

A coordenadora da pesquisa é a fonoaudióloga Cynthia Godoy, que explica que os episódios de vômitos podem decorrer de um problema simples, mas que gera consequências delicadas: a má mastigação.

PM evita roubo a casa e prende quatro em Nova Parnamirim

Resultado de imagem para giroflex policia

Moradores de uma casa em Nova Parnamirim passaram por momentos de tensão na noite dessa quarta-feira (19). Quatro pessoas invadiram a residência e fizeram um arrastão. No entanto, a ação criminosa foi abortada pela polícia. Todos foram presos.

De acordo com a PM, o primeiro criminoso conseguiu acessar a residência pelo imóvel vizinho. Em seguida, liberou a entrada para os outros comparsas.

Dentro da casa, eles reviraram tudo e pareciam saber que a proprietária guardava objetos de valor em um dos quartos. Os bandidos colocaram tudo em uma bolsa e se preparavam para fugir em um carro.

Canastra Real: MPRN apura falsificação de assinaturas em recibos bancários

Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) apura a falsificação de assinaturas em recibos de saques bancários por parte da chefe de Gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, presa na operação Canastra Real. Ela teria falsificado as assinaturas de pelo menos quatro investigados, o que, para o MPRN, reforça que “terceiros efetuavam os saques à revelia dos titulares”.

Na decisão judicial para a deflagração da operação Canastra Real, a Justiça frisa que “é visível a substancial divergência entre as assinaturas das titulares nos meses de abril e de maio de 2015. Em contrapartida, em que pese não tenha sido realizada até o momento perícia grafotécnica nos referidos documentos, essas rubricas de maio guardam consideráveis semelhanças com as da investigada Ana Augusta Simas”.

No mês de junho de 2015, houve saques com assinaturas de uma outra pessoa nas contas dos investigados Karla Ruama Freire de Lima, Jalmir de Souza Silva, Fabiana Carla Bernadino da Silva e Ivaniecia Varela Lopes, todos ex-assessores técnicos da Presidência da Assembleia presos na operação Canastra Real. “Mais uma vez, os padrões das assinaturas dos investigados nesse mês guardam muita semelhança entre si, e divergem consideravelmente dos originais”, cita trecho da decisão judicial. Em depoimento ao MPRN, três deles confirmaram que as assinaturas que estão nos recibos bancários não são deles.

CAERN anuncia inscrições para novo Concurso Público para níveis médio e superior

 

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) comunica a todos a realização de novo Concurso Público para o provimento de vagas e também à formação de cadastro reserva para o quadro de pessoal.

Há oportunidades disponíveis neste certame para os cargos de Administrador, Analista de Sistema, Contador, Economista e ainda Técnico em Segurança do Trabalho. Mas, para preenchê-las, é necessário ter Nível Médio ou Superior.

Os interessados podem se inscrever a partir desta quarta-feira, 19 de setembro de 2018, até o dia 21 de outubro de 2018, exclusivamente via internet, pelo site www.ibade.org.br. As taxas de participação variam de R$ 50,00 a R$ 88,00.

Para qualificar os participantes inscritos, serão aplicadas as etapas de Provas Objetiva, Discursiva, de Redação e Prova de Títulos, de acordo com a função escolhida, de acordo com o extrato de edital disponível em nosso site.

Vale lembrar que as Provas Objetiva, Discursiva também de Redação, sendo todas de caráter classificatório e eliminatório, estão previstas para ser realizadas no dia 18 de novembro de 2018, no município de Natal – RN.

Com informações do PCI Concursos