Naur Ferreira, filho dele, e empresário viram réus na Curto Circuito

O ex-secretário de Obras Públicas de Parnamirim Naur Ferreira, seu filho Ruan Ferreirra e o sócio da ENERTEC, Ricardo Guerra viraram réus no processo referente a operação Curto Circuito.
A juíza Manuela de Alexandria Fernandes Barbosa aceitou a denúncia do Ministério Público Estadual contra os réus, os procuradores sustentaram que Naur e seu filho Ruan praticaram os crimes de corrupção passiva por 34 vezes, com o objetivo de beneficiar a empresa ENERTEC em contratos com a prefeitura de Parnamirim, os crimes teriam ocorrido na gestão de Maurício Marques.
A juíza determinou que Naur, seu filho e Ricardo Guerra comuniquem qualquer mudança de endereço a Justiça.
Naur Ferreira e Ruan ficaram presos por 11 dias, Ricardo Guerra continua preso.
CURTO CIRCUITO 
No dia 11 de junho o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou em conjunto com as polícias civil e militar, uma nova etapa da operação Cidade Luz, que investiga contratos entre empresas de iluminação pública e executivos municipais no RN, até agora Natal; Caicó, Macaíba e Parnamirim foram o foco das investigações.
POTIGUAR NOTICIAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s