Vereador Gustavo Negocio Esculacha Governador Robinson Faria durante entrevista 

Durante seu programa de rádio na 87.7 FM, na manhã deste sábado, o vereador Gustavo Negócio desceu a ripa no Governador do Estado, Robinson Faria. 

O Vereador acusou o governo de ter esquecido Parnamirim e de não cumprir as promessas de campanha na Cidade. 

O que mais estranha é que o vereador indicou o próprio irmão para um alto cargo no DETRAN-RN, além de indicar a pessoa de Rubão para assumir outra chefia no Departamento de Trânsito Estadual. 

Nos bastidores circula a informação que a raiva do vereador é que uma pessoa ligada a ele foi exonerada, sem direito de defesa, após descobrimento de graves ilícitos. 

Isso tem cara de chantagem política ?

A entrevista em vídeo pode ser assistida pelo facebook da rádio 87fm Parnamirim. 

Anúncios

Servidor público é condenado pelo crime de pornografia infantil

O servidor público residente em Natal, foi condenado a 3 anos 9 meses e 15 dias de reclusão, que será cumprida em regime, inicialmente, aberto . Ele foi denunciado ao Judiciário Federal no âmbito do que ficou conhecido como operação Gêneses II. No computador pessoal de condenado foram flagrados compartilhamentos de vídeos de nudez pornográfica e sexto explícito envolvendo crianças e adolescentes, além de centenas de fotos e vídeos, de mesma natureza, armazenados no disco rígido da máquina. A perícia perito encontrou 492 arquivos de vídeo e 151 arquivos de fotos com cenas suspeitas de pornografia ou sexo envolvendo crianças ou adolescentes, totalizando mais de 48GB.
O acusado ainda pagará 98 dias-multa, com o valor sendo calculado sobre 1/20 do salário mínimo para cada dia-multa.  
A sentença foi aplicada pelo Juiz Federal Walter Nunes da Silva Júnior, titular da 2ª Vara Federal. “As circunstâncias pessoais do acusado – versado na língua inglesa e aluno do curso de Ciências da Computação, na Universidade Potiguar/Unp – e as provas coligidas nos autos não dá espaço para se falar, ou tampouco cogitar, na hipótese, que o acusado agiu com ausência de dolo, desconhecimento ou simples ingenuidade”, destacou o magistrado.

Travestis e transexuais poderão solicitar inclusão do nome social no CPF

Transexuais e travestis poderão ter o nome social incluído no documento de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Para isso, basta que compareçam a uma unidade de atendimento da Receita Federal e peçam a inclusão. O cadastro será feito imediatamente e o nome social passará a constar no CPF, acompanhado do nome civil.
As orientações foram divulgadas hoje (20) pela Receita Federal após a publicação de instrução mormativa sobre a questão no Diário Oficial da União desta quinta-feira (20). O nome social constará dos documentos “Comprovante de Inscrição” e “Comprovante de Situação Cadastral” no CPF.
O nome social é a designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida.
Decreto publicado em abril do ano passado, assinado pela então presidente, Dilma Rousseff, estabelece que os órgãos e as entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional, em seus atos e procedimentos, devem adotar o nome social da pessoa travesti ou transexual, de acordo com seu requerimento. O decreto estabeleceu prazo de um ano para órgão e entidades se adequarem à norma. A instrução da Receita visa cumprir a determinação.
O decreto assegura a travestis e transexuais o direito de requerer, a qualquer momento, a inclusão de seu nome social em documentos oficiais e nos registros dos sistemas de informação, de cadastros, de programas, de serviços, de fichas, de formulários, de prontuários e congêneres dos órgãos e das entidades da administração pública federal direta, autárquica e fundacional.

“Prefeitos de Parnamirim viviam em Cabarés pedindo conselho a prostitutas” Afirma Professor e ex-Secretário de Parnamirim Laércio Câmara

Um Professor da Rede Municipal de Parnamirim usou de sua rede social, Facebook, para comentar sobre a vida íntima e oculta dos ex-Prefeitos de Parnamirim.Alegando conhecimento de causa, o Professor do Município Laércio Câmara relatou que os Prefeitos viviam nos Cabarés da Cidade pedindo conselho as prostitutas sobre os ‘rumos que Parnamirim deveria tomar’.

Ocorre que os fatos revelados pelo Professor desagradaram os familiares, esposas e filhos dos ex-gestores da Cidade, especialmente, os que ainda estão vivos e são influentes na política local.

Eita resenha forte.